sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Três morrem e caminhonete fica destruída após bater de frente com caminhão na BR-153

Foto: Débora Ciany/TV Anhanguera
Uma caminhonete bateu de frente com um caminhão na tarde desta quinta-feira (18) entre Aliança e Gurupi, na região sul do estado. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o acidente deixou pelo três mortos e dois feridos. A batida aconteceu por volta das 15h na BR-153.

Os mortos foram identificados como José Ferreira da Cunha, de 40 anos; Maria da Conceição Santos Cunha, 63 anos e Antônio Ferreira da Cunha, de 65 anos. José Ferreira era o motorista da caminhonete e filho de Maria da Conceição e Antônio Ferreira. Os feridos são uma mulher de 24 anos e uma menina de cinco anos. Todos estavam na caminhonete. O motorista do caminhão não ficou ferido.

De acordo com os Bombeiros dois dos mortos estavam presos às ferragens e outro estava do lado de fora do veículo. As duas feridas estavam inconscientes. As feridas foram socorridas pelo Samu e Bombeiros e levadas para Gurupi. Ainda não há informações sobre as causas do acidente.


Foto: Débora Ciany/TV Anhanguera

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Mototaxista é baleado nas costas em tentativa de latrocínio em Paraíso TO

Resultado de imagem para mototaxi
Foto Internet
TOCANTINS - Na manhã desta quarta-feira (17), um mototaxista conhecido como Osvaldo, foi ferido por um disparo de arma de fogo, quando passava por um atalho próximo ao setor Paraíso dos Ipês, em Paraíso do Tocantins.

Segundo informações, o condutor da moto foi surpreendido por dois bandidos em uma tentativa de roubo. De acordo com sua esposa que estava acompanhando o mesmo no hospital, ele contou que o cano do revolver dos ladrões chegou a tocar em suas costas, nesse momento ele acelerou o veículo e os marginais dispararam dois tiros, sendo que um atingiu as costas do mototaxista que caiu. Na sequência os bandidos fugiram sem levar nada. Osvaldo foi encaminhado para o Hospital Regional dessa cidade e passa bem.

A Polícia Civil está investigando o caso. Familiares da vítima estiveram durante a tarde dessa mesma data, na 3ª Delegacia de Polícia, no setor Pouso Alegre e registraram ocorrência.

A PC/TO orienta as pessoas que forem vítimas de roubos ou furtos, a comparecerem a qualquer Delegacia da Polícia Civil munidos de documentos pessoais e de pertences para o devido registro do respectivo boletim de ocorrência. Informa ainda que serão intensificadas as ações investigativas com o fim coibir essa prática delitiva.

Por:  Antonio Oliveira/Surgiu

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

8º Paramarimbó, na Comunidade de Maranhãozinho

Aconteceu neste (15) co corrente mês o famoso 8º Paramarimbó, na Comunidade de Maranhãozinho, ocasião esta em que a comunidade tirou para se divertir e para se confraternizar. Veja foto:

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas no palco, pessoas em pé e atividades ao ar livre
Foto: Anderson Dias

Círio do Glorioso Menino Deus, na Comunidade de Vila Maú

Foto Anderson Dias
Aconteceu na Comunidade de Vila Maú, nordeste do Pará o seu tão esperado Círio do menino Jesus. Passaram por lá várias autoridades e pessoas importante da região. Se fez presente por lá também o nosso querido amigo Anderson Dias.

A imagem pode conter: 2 pessoas, multidão
Foto: Anderson Dias


O YouTube realmente vale a pena? = Is YouTube Really Worth It


Canal PewDiePie na tv



Acesse e veja todos os vídeos do canal do maior YouTube do mundo. Inscreva-se em nosso canal galera. Curta e compartilhe o vídeo abaixo: Abraço aos amigos do Brazil.



Vocalista dos Cranberries sofria de depressão profunda

Divulgação/Arquivo
Família de Dolores O’Riordan está devastada pela morte da cantora,

A cantora Dolores O’Riordan, vocalista do grupo Cranberries, estava enfrentando uma depressão profunda nas semanas que antecederam sua morte repentina. A informação foi revelada pelo site TMZ a partir de fontes próximas à celebridade. A artista irlandesa de 46 anos foi encontrada morta na manhã de ontem, em um quarto do hotel que estava ocupando em Londres. A causa da morte da cantora ainda não foi revelada.

De acordo com a fonte do TMZ, apesar da depressão de Dolores ter se intensificado ao longo das últimas semanas, ela lidava com a doença há anos, junto com outros problemas psicológicos. Em 2013 ela foi inclusive protagonista de uma tentativa de suicídio. Em 2015 ela foi diagnosticada com transtorno bipolar e, na mesma época, revelou ter lutado com desordens alimentares e alcoolismo.

O’Riordan deixa três filhos: Taylor (20 anos), Molly (16 anos) e Dakota (12 anos), todos nascidos durante o casamento de 21 anos da artista com seu ex-marido, o empresário Don Burton. Uma fonte próxima à família falou com a revista People que os filhos e amigos da cantora estão devastados. “É chocante como qualquer morte súbita e inesperada, eles ainda estão lidando com esse ocorrido”, disse o contato.

Os colegas de banda de O’Riordan no Cranberries lamentaram a morte da cantora pelo Twitter: “Estamos devastados com a morte da nossa amiga Dolores. Ela era um talento extraordinário e nos sentimos privilegiados por termos feito parte da vida dela desde 1989, quando começamos o Cranberries. O mundo perdeu uma grande artista hoje”.

Por: Monet

Brasileiro planejou ser preso na Venezuela para chamar atenção

Reprodução/Jonatan Diniz/Facebook

Jonatan Moisés Diniz, que ficou 11 dias em detido, afirma que queria dar foco a crianças que morrem de fome no país.

O brasileiro Jonatan Moisés Diniz, de 31 anos, afirmou que sua prisão pelo governo da Venezuela foi planejada para chamar atenção para as ações de sua ONG, a Time to Change the Earth (Hora de mudar a Terra, em tradução livre). Ele ficou 11 dias em uma prisão do país caribenho, sem contato com advogados ou com diplomatas brasileiros.

A revelação foi feita em um vídeo de pouco mais de cinco minutos exibido pela ONG durante apresentação em Balneário Camboriú, sua cidade sede, e confirmada ao Estado nesta quinta-feira pela presidente da Organização, Veridiana Maraschin.

"O que eu vou falar aqui é bomba", diz Jonatan no começo da gravação. "Se eu fui pra lá e fui preso é porque eu incitei ser preso. Eu planejei ir para a Venezuela, chamar atenção e ser preso. Realmente, admito aqui que sozinho, com o dinheiro que eu tinha e com o dinheiro dos meus amigos, não daria pra salvar muita gente. Não daria pra salvar nem cem crianças", justifica Diniz.

"Num ato não desesperado, mas num ato sem medo eu fui para a Venezuela e ajudei o máximo possível de pessoas", afirma.

Sobre a tática de Diniz, Veridiana diz que a ONG só tomou conhecimento depois da revelação feita no vídeo e por isso "não aprova nem desaprova", mas que apoia decisões que "tragam resultados positivos para as crianças".  "(A decisão) foi arriscada, mas nós acreditamos que essa foi uma estratégia que vai ajudar nossa causa, as crianças precisam ser vistas e foi um meio pra que isso acontecesse", explicou.

"Os olhares precisam ser desviados para elas e não terem foco no Jonatan. O objetivo da ONG é fazer com que as pessoas doem e se doem mais, independente do local em que se encontram", afirmou.

Veridiana também questionou a informação de que Diniz teria um histórico de problemas psiquiátricos. "Conheço o Jonatan há anos e tenho certeza que se isso fosse verdade ele, assim como a sua família, teria me contado", afirmou.

O plano

Ainda no vídeo, brasileiro afirma que com sua ação "enfrentou de cara" pessoas poderosas no país, que são ligadas ao presidente (Nicolás Maduro) e às Forças Armadas. "Como eu já esperava, iam me colocar na cadeira."

"Eu fui pra cadeia porque queria, justamente para acontecer essa repercussão, pra vocês prestarem atenção que tem crianças morrendo de fome lá. Sozinho, minha voz não teria poder para chegar a essa gente e tentar salvar essas crianças", continua Diniz.

"O plano deu absolutamente certo. Me desculpem por deixar as pessoas ansiosas, mas eu digo assim: os fins justificam os meios. Foram 11 dias de apreensão, 11 dias de orações e eu sei que muita gente se preocupou. Só que minha vida não é nada. Tem criança morrendo todo santo dia lá."

Já perto do fim da mensagem, o brasileiro diz ter provas de que antes de viajar à Venezuela avisou uma ex-namorada sobre o plano - segundo ele, ela era única que sabia de suas intenções. "O que eu fiz foi por mim, pelas crianças, para espalhar notícias boas."

Na terça-feira, em longa mensagem publicada em sua conta no Facebook, Diniz relatou detalhes de seu cárcere e sua visão sobre ocorrido. Entre outras coisas, ele afirmou que não sofreu abusos sexuais enquanto esteve preso em uma cela de 8 metros quadrados com outros 8 venezuelanos, apesar de ter sido obrigado a ficar nu em várias ocasiões.

Diniz esclareceu ainda que, na véspera de sua libertação, foi levado até o Serviço Administrativo de Identificação, Migração e Estrangeiros (Saime), órgão público responsável pela emissão de documentos para venezuelanos e estrangeiros no país, onde foi obrigado a assinar sua expulsão e um documento que o proíbe de voltar à Venezuela pelos próximos dez anos.

Por Estadão

BRASIL: Oito milhões estão sem proteção contra febre amarela no Rio

 Fabiano Rocha
Apenas 40% da população do estado estão vacinados.

O sinal de alerta reacendeu nesta segunda-feira com a confirmação de mais duas mortes por febre amarela em Valença, no Sul Fluminense, subindo para três o número de óbitos em decorrência da doença no estado este ano. O primeiro caso foi em Teresópolis, na Região Serrana. Enquanto isso, a cobertura vacinal está muito aquém do necessário. A estimativa da Secretaria estadual de Saúde é que mais de oito milhões de pessoas (cerca de 60%) de um público alvo de 14 milhões — incluindo grupos inseridos em 2018 pelo Ministério da Saúde, como os idosos com aval médico — ainda não foram vacinadas. Na capital, a Secretaria municipal de Saúde informa que apenas 1,69 milhão procurou os postos no ano passado para tomar a vacina, sendo necessário imunizar outros dois milhões. Porém, diante dos novos casos da doença e da notícia de que quatro macacos-prego foram achados mortos nos últimos dois dias numa via de acesso à Floresta da Tijuca, houve correria aos 244 centros de saúde e às clínicas da família da prefeitura.

— Vacinar não é só importante, é um dever social e uma urgência. É fundamental dar prioridade à vacinação para que não se tenha a ampliação e o risco de urbanização da doença. Estamos em campanha permanente. Todos os municípios têm vacina. A população não precisa esperar o fracionamento (a campanha do Ministério da Saúde, a partir de 19 de fevereiro) — diz o secretário estadual de Saúde, Luiz Antonio Teixeira Júnior, acrescentando que só pedirá a antecipação da campanha ao Ministério da Saúde se houver necessidade.

A superintendente de Vigilância em Saúde do município, Cristina Lemos, garantiu que não faltam vacinas. Mas, a partir desta terça-feira, como cresceu a procura, serão distribuídas senhas nos postos.

— De julho a dezembro do ano passado, quando diminuíram os casos de febre amarela, as pessoas relaxaram. Em dezembro, vacinamos só 16.592 pessoas. Todas as nossas unidades estão abastecidas. Mas, agora, não adianta correria. As pessoas precisam ter paciência — ressalta Cristina.

SETE CASOS SOB INVESTIGAÇÃO

Em todo o estado, além dos três mortos, há um paciente de Valença internado em Resende com diagnóstico confirmado de febre amarela. Há outros sete casos sob investigação — um morto e seis internados — cinco deles moradores de Valença.

Os corpos dos macacos achados por moradores da comunidade do Catrambi no acesso à Floresta da Tijuca serão analisados pela Fundação Oswaldo Cruz. Há suspeita de que os animais possam ter sido contaminados pela febre amarela. Segundo a coordenadora do Laboratório Municipal de Saúde Pública, Roberta Ribeiro, o exame deve demorar pelo menos dez dias para ficar pronto, porque os animais foram recolhidos em decomposição.

— Pedimos para as pessoas telefonarem para a central 1746. Os moradores ligaram antes para Corpo de Bombeiros e outros órgãos que não fazem esse trabalho — conta Roberta.

Ainda segundo ela, no ano passado foram recolhidos 179 primatas mortos no município. Nenhum deles tinha o vírus da febre amarela.

Por O Globo

Belém: Carro cai em canal da Doca de Souza Franco

Por: Portal ORM
Motorista teve ferimentos leves e recebeu atendimento médico.

Uma motorista perdeu o controle do veículo e caiu no canal da avenida Doca de Souza Franco, bairro do Umarizal, em Belém, no início da manhã desta terça-feira (16). O veículo invadiu a barra de proteção e tombou dentro do canal, que estava vazio. A motorista teve ferimentos leves.

Segundo informações repassadas pela Polícia Militar, a jovem contou que seguia pela avenida Pedro Álvares Cabral quando perdeu o controle do veículo, bateu na barreira de proteção, e foi parar no canal. Pedestres que passavam pelo local ajudaram a motorista a deixar o veículo.  O acidente aconteceu por volta das 6h da manhã. 

Por ORM

Publicidade: Sua marca aqui! 728 x 90

Publicidade: Sua marca aqui! 728 x 90

Mega Mamute

Liquida 728x90

Publicidade: O Boticário

B01 728x90

Publicidade: Natura

Frete na Black 728x90

Publicidade: Clube do Ricardo

728x90_Clube

Publicidade: Posthaus

B01 728x90

Publicidade: Dinda

DINDA 728X90

Publicidade: Walmart

Prepare-se para o Verão! Produtos com até 30% de desconto | Produtos com até 12% de desconto no boleto

Publicidade: OQVestir 2

Publicidade: Mobly

Arquivo de postagens do site