terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Paragominas assusta, mas Remo vence de virada no Mangueirão

Com a vitória, Leão assumiu a liderança do grupo A2 do campeonato paraense

Por: Redação ORM NewsPARAZÃO
Após a tempestade, veio a bonança! O Remo começou o jogo contra o Paragominas de forma sonolenta e chegou a estar perdendo por 2 a 0, mas conseguiu acordar e construiu a virada no placar, na tarde deste domingo (19), no Mangueirão, em Belém. A partida foi válida pela quinta rodada do campeonato paraense.
Os gols foram marcados por Wellington Pimenta e Ratinho para o Jacaré, enquanto que Léo Rosa e Edgar conseguiram empatar o jogo. O gol da vitória remista saiu do pé do jovem Gabriel Lima, que foi promovido neste ano ao profissional do Leão.
A vitória levou o Remo à liderança do grupo A2, empatado em pontos com o Independente, porém melhor nos critérios de desempate. A derrota do Jacaré acabou estacionando a equipe na segunda colocação momentânea do grupo A1, uma vez que está empatado com o São Raimundo, que ainda enfrenta o São Francisco nesta rodada. Ambos têm seis pontos.

Saiba como foi a partida lance a lance por aqui!

O Paragominas deixa Belém e enfrentará uma maratona de viagens para encarar o Independente, às 20h desta quinta-feira (23), no Navegantão, em Tucuruí, pela sexta rodada. O Remo também terá viagem pela frente, haja vista que enfrentará o Cametá, em Cametá, às 16h deste domingo (25).

1º tempo: Paragominas surpreende e Remo acorda

Um gol a cada 12 minutos. Essa foi a média do primeiro tempo de Remo e Paragominas. Os goleiros, porém, tiveram trabalho, principalmente Rédson, do Paragominas. Aos seis minutos, ele teve de sair da área como um zagueiro para cortar um ataque de Nano Krieger pela esquerda.
Aos nove, o Paragominas saiu com tranquilidade para o ataque. Rondinele carregou pela direita e lançou Fidélis, que foi para a ponta e cruzou rasteiro para Wellington Pimenta só empurrar para a rede. Jacaré 1 a 0! A resposta azulina foi no minuto seguinte, com Edgar, que saiu de dois marcadores na ponta esquerda, entrou na área e bateu cruzado, mas ninguém apareceu. A mesma jogada foi desenhada pelo lado direito, com Flamel, que recebeu de Gabriel Lima e cruzou, mas viu a bola seguir sem ser incomodada até a linha de fundo.
Aos 17 minutos, Léo Rosa foi para frente e tocou em Gabriel Lima. O garoto escapou da marcação e deixou novamente para Léo colocar na área para Nano Krieger, que não alcançou a redonda. Edgar chegou na sequência e se jogou de carrinho, mas desviou levemente para a linha de fundo.
O Remo continuava tentando contar com Nano para conseguir o empate. Aos 21, ele testou por cima do travessão um cruzamento de Léo Rosa, enquanto que, aos 24, o argentino cabeceou para o gol, mas, caído no gramado, Igor João, de costas, acabou salvando o Paragominas.
Aos 32, o time de Cacaio saiu com Fidélis. Ele arriscou o drible e a zaga cortou, mas viu a redonda cair no pé de Ratinho. O volante arriscou o chute e Zé Antônio cortou. No minuto seguinte, foi a vez de Paulo de Tárcio receber lançamento sozinho na área. Ele dominou, olhou para o gol, ajeitou e chutou. Zé Antônio apareceu novamente e, de carrinho, cortou para escanteio.
O Remo conseguiu diminuir a vantagem paragominense aos 37 minutos, quando Flamel cruzou na cabeça de Nano Krieger. O argentino testou e Rédson espalmou para o lado. A sobra foi na direção de Léo Rosa, que soltou a pata direita e mandou na rede. Remo 1 x 2 Paragominas! O empate azulino poderia ter saído já no minuto seguinte, quando Léo Rosa avançou pela direita e cruzou na cabeça de Edgar, mas o camisa 11 acabou errando o alvo.
Já aos 46, Jackinha - atuando como meia ao invés de lateral esquerdo - tocou para Flamel na entrada da área. O camisa 10 colocou na área e Edgar se redimiu para fazer o empate remista e aidna se isolar na artilharia do campeonato paraense com cinco gols.

2º tempo: Remo vira o jogo e fica na liderança

O Paragominas voltou para o segundo tempo com a mesma postura do primeiro tempo e conseguiu assustar o Remo aos 10 minutos, em cobrança de escanteio de Fabrício. O zagueiro Preto Barcarena apareceu sem marcação no meio da zaga remista e testou na coxa do goleiro André Luís. Igor João afastou a sobra para a lateral.
Mas a resposta remista foi fatal. Aos 16, Tsunami recebeu na intermediária e avançou sem ser confrontado. Então, ele disparou um torpedo que só parou na trave direita de Rédson, que saltara para acompanhar. O rebote voltou no pé direito de Gabriel Lima e o artilheiro do sub-20 do Leão no ano passado só empurrou para a rede para fazer o da virada azulina e o seu primeiro gol como profissional.
O Clube de Periçá ainda teve outras duas oportunidades, sendo uma aos 22 minutos, com Zé Antônio - que se livrou de um marcador no meio campo e chutou forte para a boa defesa de Rédson - e a outra aos 23, quando Flamel cruzou a redonda na cabeça de Nano. O argentino concluiu como manda a cartilha, mas o goleiro Rédson saltou para fazer grande defesa.

Ficha técnica (Remo 3 x 2 Paragominas)

Remo - André Luís; Léo Rosa, Zé Antônio, Igor João e Jackinha; Tsunami, Marquinhos e Flamel (Elizeu); Gabriel Lima, Edgar (Rodrigo) e Nano Krieger (Jayme). Auxiliar-técnico: Márcio Roberto
Paragominas - Rédson; Rondinele, Preto Barcarena, Renan e Devan, Robinho, Paulo de Tárcio, Ratinho (Mateus) e Fabrício (João Neto); Fidélis (Caiquinha) e Wellington Pimenta. Técnico: Cacaio
Gols: Wellington Pimenta 9'/1ºT e Ratinho 36'/1ºT (Paragominas); Léo Rosa 37'/1ºT, Edgar 46'/1ºT e Gabriel Lima 16'/2ºT (Remo)
Cartões amarelos: Igor João, Jackinha e Nano Krieger (Remo); Devan e Fabrício (Paragominas)
Local: Mangueirão (Belém/PA)
Data: 19/02/2017
Hora: 16h
Árbitro: Djonaltan Costa Araújo
Auxiliares: Marcio Gleidson Correia Dias e Jhonathan Leone Lopes
Público: 4.916 (3.171 pag. e 1.745 cred.)

Renda: R$ 69.790.00 

Arquivo de postagens do site

Jesus Salva