quinta-feira, 27 de abril de 2017

Preço do açaí volta a subir na capital paraense

Foto: Fabio Costa
A tendência é que o valor continue em alta até o mês de maio.
Uma pesquisa realizada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese/PA) constatou que o preço do açaí consumido na Região Metropolitana de Belém (RMB) voltou a subir de forma generalizada no mês de março. Os dados são baseados em pesquisas semanais realizadas em feiras livres, supermercados e outros pontos de vendas espalhados pela capital. 

Em janeiro, o açaí do tipo médio, o mais consumido pelos paraenses, foi comercializado a R$ 16,49. No mês seguinte, o valor subiu para R$ 16,67. Já em março, o produto foi vendido em média a R$ 16,94.

O açaí do tipo grosso também sofreu com os impactos no aumento dos valores. Em janeiro, o produto era vendido em média a R$ 20,74. Em fevereiro, o produto custou cerca de R$ 20,80 e no mês passado, em março, foi comercializado em média a R$ 23,91 por litro. Os aumentos representam uma alta de 14,95%. 

Já na última semana do mês de março, o litro do açaí do grosso foi encontrado pelo Dieese/PA nas feiras livres custando em média R$ 20,00 e nos supermercados custando entre R$22,00 a R$ 28,00.

O açaí do tipo PAPA, vendido somente nas feiras livres da RMB, também ficou mais caro em 1,09% no mês de março de 2017 ao ser comparado com o mês anterior. O produto foi comercializado em média a R$ 23,17 por litro. 

A tendência, de acordo com o Departamento, é que o preço do produto continue em alta em todo o Estado até maio, em função principalmente do período de entressafra do açaí.

Portal ORM com informações do Dieese/PA

Crie seu site

Loja virtual completa e barata

O Marudá Ofertou

Publicidade: 1

Arquivo de postagens do site