Pesquise aqui os produtos mais baratos da internet. O Marudá Ofertou

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Mulher morre a caminho do hospital após baleamento por desconhecidos na Matola



Resultado de imagem para Mulher morre a caminho do hospital após baleamento por desconhecidos na MatolaMOÇAMBIQUE - Uma cidadã morreu a caminho do hospital após ter sido ferida com recurso a uma arma de fogo, na sua própria casa, na noite de segunda-feira (22), no bairro de Ndlavela, no município da Matola, por pessoas a monte e em número desconhecido.

A vítima, de 39 anos de idade, respondia pelo nome de Ernestina Chigule. O crime ocorreu por volta das 18h00, quando a senhora caminhava em direcção ao portão da sua residência para trancá-lo, uma vez que todos os seus cinco filhos já encontravam em casa.

Na altura, o bairro estava completamente às escuras devido ao corte no fornecimento de energia eléctrica, um problema que afecta de forma cíclica diversos bairros de Maputo e do país inteiro.

Em consequência disso, não foi possível ver o rosto dos autores do acto, segundo os vizinhos, que apenas sabem afirmar que os supostos bandidos faziam-se transportar numa viatura dupla cabine, de cor branca.

Ao @Verdade, uma das vizinhas da finada contou que nenhuma pessoa próxima percebeu como tudo aconteceu, apenas ouviu-se tiros. “Não vimos nada mas ouvimos tiros e quando saímos para ver o que se passava a nossa vizinha estava ferida. Estava tudo escuro e nós também tínhamos medo. Socorremos a ela para o hospital, praticamente sem conseguir falar, e felizmente perdeu a vida a caminho de lá”, disse a senhora.

A malograda, que deixa um filho de apenas dois meses de vida, vendia diversos produtos numa barraca em casa e o marido trabalha na vizinha África do Sul, onde se encontrava no momento da tragédia. A Polícia da República de Moçambique (PRM) na província de Maputo já está ao corrente do problema.

Para além deste caso, as autoridades policiais naquele ponto do país procuram esclarecer outros crimes relacionados com os assaltos a residências e estabelecimentos de ensino, ocorridos no passado fim-de-semana, na Matola, em Marracuene e Boane.

De acordo com a própria Polícia, no distrito de Boane, os bandidos introduziram-se em algumas casas, onde saquearam o que puderam, torturam os ocupantes e numa das habitações abusaram sexualmente de uma empregada doméstica.

Na Matola, um outro grupo matou o guarda de uma Escola de Condução, no bairro T3e levaram consigo vários bens. Em conexão com estes crimes, a corporação deteve dois indivíduos em Boane e Marracuene.

A Verdade

O Marudá Ofertou

Publicidade: Sua marca aqui! 728 x 90

Publicidade: Sua marca aqui! 728 x 90

Publicidade: 1

Arquivo de postagens do site