Pesquise aqui os produtos mais baratos da internet. O Marudá Ofertou

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Curuçá ganha escola padrão para 1,4 mil alunos com ensino profissionalizante

Foto divulgação / CEPLAN PA
O governo do Estado entregou nesta sexta-feira (26) mais uma escola de Ensino Médio no interior do Pará. Com o padrão de 12 salas de aula e capacidade para atender 1.440 estudantes em três turnos, a Escola Estadual de Ensino Médio Professora Maria de Nazaré Guimarães Macedo foi inaugurada em Curuçá, nordeste paraense, dentro do Programa de Melhoria da Qualidade e Expansão da rede física, da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), que objetiva melhorar a cobertura da educação básica, preconizada no Pacto pela Educação, e elevar o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Estudantes, moradores de Curuçá e autoridades participaram da inauguração. A titular da Seduc, Ana Cláudia Hage, destacou que a escola representa um investimento de R$ 4.838.543,54. Construída em uma área de dez mil metros quadrados, é dotada de laboratório multimídia, auditório, cozinha, despensa para armazenamento de merenda, refeitório, área administrativa, áreas comuns de convivência, salas de arte e de vídeo e quadra poliesportiva coberta com vestuário e arquibancada. 

"A escola de Curuçá faz parte das ações do Pacto pela Educação, que tem recebido cada vez mais adesões de municípios. Ela terá um diferencial, além do Ensino Médio regular: cursos profissionalizantes nas áreas de meio ambiente e informática, trazendo para a região novas oportunidades de formação e qualificação", explicou Ana Cláudia Hage.

A nova escola de Curuçá foi recebida com muita satisfação pela comunidade. Para a estudante Gabriela do Rosário Machado, 16, a abertura da unidade é um ganho para os moradores, porque oferece ensino de qualidade, o que, antes, não era acessível à maioria da população. "Somente por meio da educação conseguimos melhorar de vida e fazer desse país um lugar mais justo e próspero", frisou.

Para o prefeito de Curuçá, Jefferson Ferreira, a parceria com o governo é fundamental para fazer não apenas a educação avançar, mas também outros setores, como saúde e turismo. "Espero que vocês cuidem desse patrimônio como se fosse a casa de vocês. A escola chega pronta, com instalações de primeira, e só vocês podem mantê-la assim", afirmou.

O governador Simão Jatene, que foi recebido com música da banda Lauro Sodré e uma roda de carimbó, lembrou que a construção da escola só foi possível graças aos impostos pagos pelo cidadão. "Muitas das pessoas que viabilizaram a existência desse espaço sequer tiveram chance de sentar num banco escolar. Então temos o dever de zelar por isso", enfatizou, lembrando que a escola abre a chance de formação e, por conseguinte, de um futuro melhor à população.

As matrículas para a Escola Maria de Nazaré Guimarães Macedo seguem até o próximo dia 30. As aulas começam no dia 1º de junho. Os cursos tecnológicos de meio ambiente e informática começam em agosto. A escola terá também os cursos de Formação Inicial Continuada, de rápida duração, abertos para a comunidade e alunos dos ensinos Fundamental e Médio. Dois cursos já estão programados: jardinagem e paisagismo.

Investimentos - Outros municípios que já contam com escolas do mesmo padrão: Belém (distrito de Mosqueiro e bairro Tenoné), Tucumã, Água Azul do Norte, Maracanã, Moju e Marabá. Entre 2011 e 2017, a Seduc já concluiu 162 obras de reforma e ampliação de escolas, totalizando um investimento de R$ 134,6 milhões oriundos do Tesouro Estadual, de repasses federais e de convênios com municípios. 
Atualmente, a Seduc toca 71 obras com contratos vigentes, que somam investimento de R$ 145,7 milhões. Estão em andamento outras 56 obras em escolas, sendo 33 de reforma e oito de ampliação; 26 escolas obedecem ao novo padrão de infraestrutura escolar, com 12 salas de aula.

Aporte - Somando os investimentos em obras, qualificação de educadores e implantação de tecnologia, já estão em andamento ações que usam recursos da ordem de US$ 67 milhões, do total de US$ 200,8 milhões, que o governo do Estado tomou por empréstimo junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Desse total, US$ 53 milhões serão investidos pela Seduc em obras de construção de novas escolas, reformas e ampliações das existentes.
Estão em construção 17 escolas financiadas com esses recursos. Até o fim deste mês será concluída a licitação das obras de mais 13 escolas. Está em elaboração o edital para licitar as obras de outros onze estabelecimentos. No total, a Seduc contará com mais 41 escolas quando as obras forem concluídas.

Por Luiz Carlos Santos
Secom

Fotos: Antônio Silva/Agência Pará

O Marudá Ofertou

Publicidade: Sua marca aqui! 728 x 90

Publicidade: Sua marca aqui! 728 x 90

Publicidade: 1

Arquivo de postagens do site