domingo, 25 de junho de 2017

Líder de comunidade quilombola é assassinada no Moju

Foto: Arquivo/família
Corpo da senhora tinha sinais de violência sexual, segundo a família.

O corpo de Maria Trindade da Silva Costa, de 69 anos, líder da comunidade quilombola Santana do Baixo Moju, nordeste paraense, foi encontrado no final da noite deste sábado (24), segundo informações de familiares da vítima. Maria havia sumido na tarde da última sexta-feira (23), quando saiu para visitar amigos na comunidade quilombola. O corpo da dela foi encontrado enterrado próximo à margem do rio Moju, em uma área da zona rural.

De acordo com uma sobrinha da vítima, que não vai ser identificada, o corpo de Maria foi encontrado enterrado em uma área da zona rural, com os punhos e o tórax quebrados. A vítima também estava com as roupas rasgadas e o corpo tinha sinais de violência sexual. 

Maria havia saído de casa para encontrar amigos da comunidade na tarde da última sexta-feira (23). Foi quando os parentes e vizinhos próximos sentiram a falta dela. Os moradores do local começaram a fazer buscas e no final da noite encontraram o corpo da líder comunitária. A Polícia Militar foi acionada e coletou algumas informações preliminares.

Algumas pessoas da comunidade suspeitam de um homem que estava morando perto da casa da vítima, pois ele sumiu após o crime.  A sobrinha da vítima não acredita em retaliações por causa da liderança comunitária, já que Maria não tinha inimigos e nada foi roubado dela.

O corpo de Maria está sendo encaminhado para o Centro de Perícias Renato Chaves, em Belém.

Redação Portal ORM

Arquivo de postagens do site

Jesus Salva