segunda-feira, 19 de junho de 2017

Parentes e amigos fazem homenagens a vítimas de acidente que matou seis na TO-020

Moradores de Aparecida do Rio Negro se despedem das vítimas de acidente  (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Moradores de Aparecida do Rio Negro se despedem das vítimas de acidente (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Das seis pessoas que morreram, quatro eram da cidade de Aparecida do Rio Negro. Moradores lotaram ginásio onde os corpos foram velados. Prefeitura decretou luto oficial de três dias.
Moradores de Aparecida do Rio Negro se despedem das vítimas de acidente .
Parentes e amigos fizeram as últimas homenagens às vítimas de um acidente entre uma ambulância e um carro de passeio que deixou seis pessoas mortas na TO-020, no último sábado (18). Das pessoas que morreram, quatro eram de Aparecida do Rio Negro. A prefeitura decretou três dias de luto oficial.
A batida aconteceu entre Palmas e Aparecida do Rio Negro. Após a colisão, os dois veículos pegaram fogo e todos os ocupantes morreram carbonizados.
A cidade tem pouco mais de 4 mil moradores que vivem a tristeza da tragédia, como se cada vítima fizesse parte de uma grande família. Os corpos foram velados no ginásio da cidade. Pessoas de vários municípios foram ao local para se despedir.
Os quatro moradores do município estavam dentro da ambulância. Diraci Gomes da Silva, de 62 anos, tinha desmaiado em casa e estava sendo levada para o Hospital Geral de Palmas. Ela estava na parte de trás da ambulância com o filho Josivaldo Gomes da Silva, de 28 anos. Na frente estavam o motorista Elias Barbosa Lima, de 31, e a técnica de enfermagem Maria Edivania da Silva Alves, 34 anos.
Apesar de lotado, o ginásio, onde os corpos foram velados, era a expressão de um enorme vazio. Sem muita explicação, enfermeiros e outros funcionários da saúde falaram sobre o profissionalismo do motorista e da técnica de enfermagem que não era para ter ido na ambulância.
"Não era para ela ir na viagem, mas ela se dispôs a ir. Era otura técnica que ia, mas ela se dispôr a ir porque ela viu que a situação da paciente era muito grave", contou a farmacêutica Daniele Alves.
Por todo lado, amigos e parentes choravam e lamentavam as perdas. "Nunca senti uma dor igual eu estou sentindo. Parece que o filho não é um pedaço do coração, é o coração todo", lamentou o pai de Elias, Raimundo Barboza.
No outro carro, estavam Aparecida Lopes Santos, de 59 anos e Elson Machado de Oliveira, de 41 anos. Eles foram enterrados em Palmas.

Entenda

Seis pessoas morreram em um acidente entre uma ambulância e um carro de passeio na TO-020, entre Palmas e Aparecida do Rio Negro, na região central do Tocantins. O acidente aconteceu na tarde deste sábado (17). Os veículos pegaram fogo após bater. O Instituto Médico Legal informou que os corpos já estão sendo resgatados.
A Polícia Militar informou que quatro dos seis mortos estavam na ambulância e que os demais estavam no carro de passeio. Ainda não há detalhes de como a batida aconteceu. Equipes da PM, do Corpo de Bombeiros, do Instituto Médico Legal e da Perícia foram enviadas ao local da batida, no km 40 da rodovia, próximo a cidade de Aparecida do Rio Negro.

G1 TO
Por TV Anhanguera

Arquivo de postagens do site

Jesus Salva